Fases da Lava Jato – V a VIII

            Continuaremos, nesse texto, a mencionar as fases da Operação Lava Jato. Dessa vez falaremos da quinta até a oitava ações desencadeadas pelas instituições responsáveis pela investigação, eis as fases:

Quinta fase: Bidone II.

“No dia 1 de julho de 2014 cumpriram-se sete mandados de busca, um mandado de prisão temporária e um de condução coercitiva, dois laranjas do doleiro Alberto Youssef foram presos preventivamente. Os dois mantinham escritórios em São Paulo que gerenciam as contas no exterior”.

Fonte: Site O Globo.

Comentário: Nesta quinta fase começaram, de forma definitiva, a descoberta de contas no exterior para lavagem de dinheiro – a ponta o iceberg.

Sexta fase: Bidone III.

“A Polícia Federal cumpriu doze mandados, sendo onze deles de busca e apreensão e um de condução coercitiva em empresas vinculadas ao ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa e seus familiares. Documentos foram apreendidos”.

 Fonte: Site O Globo.

Comentário: Percebemos que as instituições estavam cumprindo todo tipo de ação para tentar elucidar os crimes de corrupção, mas não faziam ideia do que vinha pela frente.

Sétima fase: Juízo Final.

“A Polícia Federal deflagrou em 14 de novembro de 2014 a sétima ação da Operação Lava Jato que investiga organizações criminosas responsáveis por desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro em grandes quantias, foram cumpridos 85 mandados judiciais – 06 de prisão preventiva; 21 de prisão temporária; 09 de condução coercitiva; 49 de busca e apreensão”. Obs: Autorizou-se, também, o bloqueio integral de valores pertencentes a três empresas do esquema criminoso.

Fonte: Site da Polícia Federal.

Comentário: Nota-se que os desvios chegam a “pequena” quantia de mais de 500 milhões de reais. Vejam bem, como esse dinheiro desviado, fruto de corrupção poderiam construir vários hospitais, escolas, obras de saneamento básico, creches etc… Considero uma desfaçatez sem tamanho!!!

Oitava fase da Lava Jato.

“Em 14 de janeiro de 2015 a Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão contra Nestor Cerveró, acusado de estar se desfazendo de patrimônio que poderia ter sido auferido ilicitamente. A detenção se deu no desembarque do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. A Polícia Federal monitorou as contas e aplicações financeiras do investigado e verificou que recentemente, foram realizadas transações imobiliárias de forma subfaturada. Também foram observadas solicitações de resgate de aplicações financeiras com grande prejuízo pessoal”.

Fonte: Site da Polícia Federal.

Comentário: Observem que o instituto da prisão é essencial para que se evite, justamente, o desfazimento do patrimônio possivelmente adquirido de forma irregular.

            Entendemos que a partir dessas fases, houve a tão sonhada consolidação da Operação Lava Jato. Começamos a retirar os cobertores que estavam em cima dos atos impróprios de corrupção.

Mencionaremos, agora, algumas NOTAS sobre a situação nefasta que o Estado Brasileiro atravessa:

Nota I – É de causar estranheza a “guerra” instalada entre os poderes da república, a saber: Executivo, Legislativo e Judiciário. A sociedade pergunta: Qual a verdadeira razão desse enfrentamento? Motivos?

Nota II – A maioria dos Estados da Federação está condicionando, para concessão da reposição salarial pelo índice da inflação aos servidores públicos, a renegociação das dívidas com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES. Questiona-se: Os altíssimos impostos arrecadados pelos governos estaduais não são suficientes para conceder aumento determinado por Lei?

Faço uma reflexão: Será que o combustível do Brasil é a CORRUPÇÃO?

Até a próxima!!!

Referências:

www.oglobo.com;

www.pf.gov.br; 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *