Quem é Fernando Malheiros?

        

Neste quadragésimo artigo, vou descrever sobre essa pessoa que começou a registrar toda a revolta e indignação em artigos a respeito de corrupção sistematizada. Fernando Malheiros é um articulista, mas o que seria este profissional? Segundo definição de Fábio Blanco é um provocador, seu papel é lançar ideias, trazendo-as ao conhecimento do público para que sejam pensadas, debatidas e até contraditadas. Sua preocupação não é de explicar tudo detalhadamente que inviabilizaria seu ofício, mas compartilhar seus pensamentos, bela definição!

         Fernando Malheiros nasceu em 18 de novembro de 1982 na cidade Porto Alegre e registrado em Canoas no querido estado do Rio Grande de Sul, como dizem por lá “nas suas veias escorre o sangue herói de farrapo” – versos da canção “Querência Amada” de composição do mestre Teixeirinha. O sério articulista hoje tem 35 (trinta e cinco) anos completados no último sábado, servidor público do estado de Mato Grosso do Sul há mais de uma década exercendo suas atividades com competência, honestidade e respeito às leis.

         O articulista com “sangue herói de farrapo” tem como pessoas que admira, o tenista suíço Roger Federer e o Exmo. Juiz Federal Sérgio Fernando Moro. Como disse anteriormente, Fernando Malheiros trabalha mais exatamente no Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul há quase 12 (doze) anos e nesse período teve momentos ruins e às vezes bons, NUNCA exercendo suas atividades com injustiças ou ingratidões. Mas algumas pessoas perguntam o que a vida profissional dele trouxe? Irei, neste momento, fazer uma pequena cronologia desses últimos anos da carreira de funcionário público do articulista:

I – 2006 a 2007: Fernando Malheiros começou a trabalhar no setor de vistoria e emplacamento, o mesmo, neste ano, caiu na realidade cruel do serviço público no país;

II – 2007 a 2013: o articulista mudou para o setor de leilão, conheceu a desmotivação total com o serviço que era executado sem o devido reconhecimento e compensação por meio do salário, neste momento, conheceu a injustiça profissional.

III – 2013 até hoje: Fernando Malheiros transferiu-se para Divisão de Supervisão de CFC – de uma forma ou outra, mas tudo dentro da legalidade sempre, as portas para o reconhecimento da competência começaram a abrir para o articulista.

         Fernando Malheiros iniciou a escrever a respeito da corrupção sistematizada no Brasil em maio de 2017 com ajuda de um amigo que construiu o site, encontrou em pessoas próximas a fagulha para poder expor ideias, provocações e questionamentos. Por mais que existam críticas ao trabalho, esse será o combustível para seguir em frente.

         Encaminhamos alguns questionamentos que a toda hora estão nos pensamentos do articulista sobre os corruptos: vocês, corruptos, tem a mínima noção do mal que estão fazendo ao próximo? Creio que são incapazes de responder. Como vocês conseguem dormir sendo ladrões do dinheiro do povo? Seus pais ensinaram os atos de corrupção a vocês?

         Neste encerramento desse pequeno artigo biográfico, faço merecidos agradecimentos: Agradeço a minha família, aos colegas de trabalho, aos poucos e verdadeiros amigos, ao administrador do site, Igor, aos leitores e, principalmente, a Larinha, uma pessoa especial na minha vida e que me ajudou muito a mudar as minhas concepções, dentre elas, a mais importante de NUNCA deixar que qualquer pessoa venha a me maltratar.

Obrigado Larinha, dedico este artigo a você.

A corrupção é o pior câncer que existe.

Até breve.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *