O Brasil é um país laico?

Teoricamente sim, mas o que seria um país laico? É simplesmente uma nação com uma posição neutra no campo religioso. Também conhecido com Estado secular, o Estado laico tem como princípio a imparcialidade em assuntos religiosos, não apoiando ou discriminando nenhuma religião.

Para o articulista que redige este texto, vem o primeiro questionamento:

Será que o Estado brasileiro não influencia, mesmo indiretamente, em alguma corrente religiosa?

Aproveitando o ensejo, faço uma segunda pergunta: o que a Constituição Brasileira versa sobre o assunto?

O art.5º, inciso VI diz que é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de cultos e suas liturgias. Trocando em miúdos, o Brasil, oficialmente, é um Estado laico, mas sabemos que não funciona assim, existem influências, mesmo que veladas, de possíveis interferências de entes estatais em locais de cultos.

         Iremos, então, ao terceiro questionamento: Não seria mais claro e justo que o Estado assumisse um posicionamento mais incontestável sobre esse assunto tão delicado? Poderíamos alterar à Constituição da República para uma redação mais objetiva? São apenas algumas sugestões a serem discutidas.

         Neste momento do artigo, vamos colocar alguns dados estatísticos sobre a diversidade de religiões no Brasil:

– 64,6% se declaram católicos apostólicos romanos;

– 22,2% se declaram evangélicos;

– 8,0% se declaram irreligiosos, ateus, agnósticos ou deístas;

– 2,0% se declaram espíritas;

– 0,7% se declaram testemunhas de Jeová;

– 0,3% se declaram animismo afro-brasileiro;

– 1,6% se declaram outras religiões.

Fonte: IBGE.

Observem que a religião majoritária no país é a católica apostólica romana com cerca de 123 (cento e vinte e três) milhões de seguidores, porém nos últimos anos houve decréscimo no número de católicos e um aumento de pessoas que se declaram evangélicas.

Lembro que nas últimas décadas no Brasil, houve uma proliferação exagerada de locais para cultos que perdemos até a conta de quantas estão espalhadas por todos os cantos do país. O fato é que existe uma diversidade ideológica imposta à sociedade brasileira gerando certa confusão.

O Brasil é um país de proporções continentais e com pouco mais de 205 (duzentos e cinco) milhões de habitantes, é totalmente plausível termos diversas liturgias, mas alerto que esse assunto é tão sério e melindroso que não pode, de forma alguma, servir para anseios econômicos de pessoas inescrupulosas e corruptas.   

Tentar se aproveitar de sentimento religioso de uma pessoa é, na minha concepção, um dos piores crimes de corrupção praticados. Para este articulista é extremamente difícil escrever sobre esse tema, mas não posso me eximir, seria uma covardia com os meus leitores, pois tenho convicções formadas há muitos anos.

Respondendo ao título deste artigo: o Brasil não é um país laico, o que há é o pluralismo religioso.   

A corrupção é o pior câncer que existe.

Até à próxima.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *