Um agradecimento mais que especial.

Neste artigo, faço uma pausa nos textos de combate à corrupção para expor um reconhecimento muito especial a uma pessoa que conheci em maio de 2016 durante um período conturbado da vida pessoal e profissional deste articulista. Como disse, tudo começou no ano passado com conversas esclarecedoras sobre vários assuntos, dos mais simples aos mais complexos, percebi, no final das contas, que essa pessoa foi a única que conseguiu mudar alguns conceitos neste escritor.

Após alguns meses afastados, nos encontramos novamente para a felicidade de ambos, neste tempo notei a falta dela quando buscava inspiração para confeccionar meus artigos, por ser uma pessoa sensata, necessitava, diariamente, de pelo menos uma palavra, um “oi”, um “tudo bem”, essas simples expressões foram o combustível para escrever cada vez mais, mais e mais.

Falo, neste momento, do lado profissional dessa pessoa, ela exerce suas funções laborais com competência, honestidade, conhecimento, perspicácia e cumprimento as legislações na administração pública do município de Campo Grande no Estado de Mato Grosso do Sul, atrevo-me a dizer que o entendimento e comprometimento é absurdamente eficiente. Este articulista tem a total convicção que essa pessoa desperta inveja de muitos, principalmente pela sua inteligência e, poderia exercer qualquer atribuição na administração pública.

Mas alguém pode me questionar: essa pessoa não teria nenhum tipo de problema em sua vida? Respondo que sim, essa pessoa tem problemas como qualquer outro ser humano, mas a grande diferença, é que ela sabe contornar as adversidades com uma destreza desconcertante. Além de tudo que mencionei, essa pessoa tem bases familiares muito sólidas que a ajudam a manter-se firme nos obstáculos do dia a dia.

Como citei antes, o combatecorrupção nasceu de uma ideia exclusiva deste articulista e do administrador do site, mas se não fosse tantas conversas discutidas com essa pessoa que me referi em todo este artigo, certamente não chegaria a consecução de alguns textos. Não irei me alongar para dizer o nome desta pessoa tão especial para este articulista, é a Lara ou simplesmente Larinha.

Lara, obrigado por ter compreendido este teimoso articulista.

A corrupção é o pior câncer que existe.

Até à próxima.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *