Obras públicas, o ralo do dinheiro do povo.

         Neste artigo, irei discorrer sobre um assunto que revolta grande parte da população brasileira, as “famosas” obras públicas pelo país. Em princípio vamos à definição deste termo: o conceito de obra está relacionado com tudo que é produzido pelo homem. Significa que pode referir-se a um objeto material ou produto intelectual e, público quer dizer que algo é manifesto, notável e visível a todos ou de conhecimento de todos. A noção também se refere a toda à sociedade e que, por extensão, comum do povo, da comunidade. Uma obra pública é aquela que, teoricamente, desenvolve o Estado, são financiadas com dinheiro público, adquiridos através dos impostos e das taxas, não tem fins lucrativos (é de se duvidar!). Qual o objetivo das obras públicas? Não gerar lucros, mas prestar um serviço de utilidade pública.

O que as obras públicas desenvolvem ou, pelo menos, deveriam desenvolver?

I – Infraestruturas de transportes;

II – Infraestruturas hidráulicas;

III – Infraestruturas urbanas;

IV – Construção de prédios de interesse social.

Fonte: site conceito.de.

Em suma, obra pública é para melhoria das condições de vida de uma determinada população, mas por que as obras públicas é um assunto tão controverso no Brasil? É óbvio, porque tem muito dinheiro envolvido nesta questão. Gastam-se mais de milhões em diversos empreendimentos espalhados pelo país e para piorar a situação, não temos sistemas de controle e fiscalização realmente eficientes.

Vejam bem, as obras públicas no Brasil estão sendo o principal alvo da Operação Lava Jato, devido à participação de várias empreiteiras envolvidas em possíveis esquemas de corrupção sistematizada. Observem que todo este processo corruptivo tem um elo por mais oculto que seja a relação promíscua entre governos e empresas. Mas vocês sabem o porquê que esta situação chegou a este ponto?

I – Falta fiscalização eficiente;

II – Conivência de agentes públicos;

III – Financiamento de campanhas eleitorais;

IV – Ganância;

V – Impunidade.

            São apenas alguns exemplos dos motivos que levam à corrupção em obras públicas, no entanto há empreendimentos que não estão manchados pela lama corruptiva do dinheiro fácil, mas que requer um pouco de esforço para lembrarmos.

            Enfim, o que podemos fazer para mudar esse panorama de corrupção em obras públicas? Primeiro voto consciente, exigir fiscalizações diariamente em contratos de obras com a administração pública e, por último, gerir o dinheiro público com seriedade.

Continuarão “alimentando” a corrupção?            

A corrupção é o pior câncer que existe.

 Até breve.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *