Está acabando, o Brasil está acabando!

            Neste septuagésimo terceiro artigo venho informar do “sepultamento” do país pela corrupção. Infelizmente no Brasil os atos impróprios venceram a luta contra as pessoas que tentaram tornar o país em uma nação livre da corja corrupta. Todos os esforços da “Operação Lava Jato” estão sendo colocados em “xeque” por vazamentos criminosos nas mídias como televisão e, principalmente, pela internet. Apenas fazendo um apenso, a internet se tornou uma “terra sem lei”, pode tudo contra todos, se o cidadão não tomar os devidos cuidados será, sumariamente, afetado pelas mazelas da rede mundial de computadores. O fato é que estamos à beira do caos social em virtude de redes sociais sem nenhuma forma de controle, sem trava e sem respeito.

 

            O Brasil não irá se recuperar de toda essa lama da corrupção sistematizada, não adianta pessoas chegarem a falar que a roubalheira terminará, porque continuaremos a viver em um país totalmente corrupto, é a única certeza que temos. Pense bem, são anos e anos que o Brasil se encontra nessa situação e, não é justamente agora que sairemos bem de toda essa sujeira. Um exemplo conhecido da grande maioria da população é a Petrobrás que passou por dias, semanas, meses e anos tenebrosos na mão de certas pessoas que apenas queriam afanar o patrimônio dos brasileiros.

 

            Não sei se a sociedade brasileira notou, mas estamos bem próximos de chegar ao fundo do poço da corrupção sistêmica no país, se já não chegamos, sem contarmos com atos pouco claros que estão sendo praticados por pessoas que não tem o mínimo conhecimento de como lidar com o dinheiro público. Todos sabem que sou um articulista que mais observa do que fala, tudo com o intuito de não escrever asneiras nos meus textos, então quando digo que o Brasil está acabando, é quando se esgotaram todas as possibilidades do país sair do fundo do poço.

 

A corrupção é a doença que mata o Brasil

 

Até breve!   

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *